Qual a nossa utilidade?

O que significa ser útil? Como podemos ser úteis? Para muitas pessoas, a nossa serventia é uma das poucas coisas que nos tornam valiosos (as). No entanto, como iremos saber se o nosso afeto e/ou amizade são apreciados se somos considerados importantes apenas quando fazemos algo a alguém e/ou a um grupo de pessoas? Ou seja, aonde termina o nosso papel e nos tornamos descartáveis ou devemos pensar que é uma dádiva ter algum tipo de função cujo maior objetivo é auxiliar alguém e/ou uma comunidade. De qualquer forma, é melhor pensarmos de maneira positiva e refletirmos sobre tudo o que podemos fazer com a nossa utilidade do que ficarmos nos torturando com uma suposta inutilidade. Na realidade, temos de ter a consciência que a nossa inutilidade irá aparecer quando não tivermos mais nada a oferecer e aí sim saberemos qual o nosso verdadeiro valor!

Ana Paula Emmendorfer (Professora de Filosofia e Lógica – Doutora em Filosofia/Unisinos-RS)

Foto: Pixabay

Siga no Facebook: facebook.com/logosreis/

Siga no Intagram: instagram.com/logosreis/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis − treze =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.