Dicas de segurança na internet: saiba como se proteger dos Crackers

Fala Galera! Control R de volta, eu sou o Rapha e vamos falar hoje de segurança na internet.

  • Você é do tipo que sai clicando em tudo que vê?
  • Tem uma única senha para tudo?
  • Posta a vida nas redes sociais?

Se você respondeu sim para alguma dessas perguntas, sugiro que leia com muita atenção essa postagem e pare de “surfar”, radicalmente, na internet.

Mas primeiro… vamos dar nomes certos aos bois.

Você sabe a diferença entre Hacker e Cracker?

Hacker é a pessoa que se dedica intensamente em alguma área específica da computação e descobre utilidades além das previstas nas especificações originais. Uma pessoa se torna um hacker ao descobrir algo especial em um sistema qualquer que antes não parecia possível – não necessariamente uma brecha de segurança. Uma nova forma de editar uma planilha do Excel, navegar na internet utilizando metabuscas que antes não eram conhecidas, assim por diante, são todas especialidades que não existiam e foram descobertas ou criadas por especialistas (ou hackers).

Cracker é o indivíduo que pratica a quebra de um sistema de segurança de forma ilegal ou sem ética. Este termo foi criado em 1985 por hackers em defesa contra o uso jornalístico pejorativo do termo “hacker”.

Ou seja, o criminoso é o Cracker e não o Hacker.

Tudo explicado, então vamos as dicas.

Sistema operacional desatualizado

Uma das primeiras recomendações de segurança é atualizar, sempre que possível, o sistema operacional. Essa medida garante melhor proteção contra programas maliciosos e vírus. Além disso, não é recomendável baixar programas, músicas ou até mesmo filmes piratas, pois podem comprometer as funções do dispositivo por não saber a procedência real do sistema. Também vale verificar os sites que estão sendo utilizados e conferir se possui as letras “https” e um cadeado na parte esquerda antes do link, que indica que a página é segura.

As atualizações de app’s, do próprio smartphone e dos navegadores, garantem maior segurança ao usuário.

Baixar aplicativos

Essa é certamente a maior porta de entrada de Crackers. Uma dica é sempre conferir os comentários e avaliações dos app’s antes de baixá-los. Isso ajuda a diminuir os riscos de fraudes e até mesmo de ataques internos no smartphone. Desconfie sempre de links com promoções enviados por números desconhecidos pelo WhatsApp, SMS ou e-mails, além de não expor informações pessoais em jogos online, chats e aplicativos de relacionamento (vamos falar disso mais abaixo). Para prezar cada vez mais pela sua privacidade, é aconselhado que utilize o método de verificação de duas etapas (falamos sobre isso em Dicas e Truques: Whatsapp), o que inibe possíveis golpes de fraudadores.

Uso de Wi-Fi público

Evite ao máximo realizar compras ou transações bancárias por Wi-Fi público. Além do risco de prejudicar o seu dinheiro e os dados pessoais fornecidos ao banco, o impostor pode fazer transações utilizando as informações obtidas no aplicativo.

Uso cartão de crédito em compras online

Evite sempre utilizar cartões de créditos físicos para compras online. Utilize cartões virtuais ou pré-pagos. Isso porque os danos serão menores caso algum dado seja vazado por crackers. Vale, antes de obter qualquer produto de uma loja, checar se a empresa possui CNPJ válido, telefone, endereço e razão social — que são informações que devem ser disponibilizadas aos clientes, segundo a lei. Além disso, é sempre importante buscar avaliações do local em sites de reclamações. Evite salvar dados de pagamento. Embora muito cômoda, a prática de salvar os dados do cartão de crédito ao fazer compras online está longe de ser segura. Consumidores que adotam esse hábito estão, na verdade, colocando suas finanças em risco. Isso porque mesmo as lojas mais confiáveis podem falhar em proteger os dados dos clientes e acabar expondo milhares de informações sensíveis online.

Nunca revele informações pessoais em redes sociais e aplicativos de relacionamento

As redes sociais são o local onde os usuários mais expõem opiniões, informações sobre a vida e até mesmo os lugares em que estão. Procure não publicar fotos e vídeos que exponham informações sensíveis. Vale também “fazer uma limpa” na lista de amigos e seguidores e se certificar de que o perfil é acompanhado apenas por pessoas confiáveis. Outras dicas envolvem desativar a marcação automática em fotos, desabilitar a localização e bloquear usuários incômodos. Esses conteúdos postados são muitas vezes pistas para intrusos, pois podem vir a descobrir endereços residenciais, telefones, datas de nascimento, documentos em geral e, até pior, saber os lugares públicos que a pessoa frequenta. Entretanto, é possível gerenciar as configurações de privacidade das redes e buscadores utilizados e, através disso, pode-se filtrar o acesso e a utilização dos dados pelas empresas, o que dificulta a ação de pessoas mal-intencionadas.

Não repita a mesma senha em vários sites

Grande parte das pessoas tem o hábito de repetir a mesma senha em sites diferentes. O motivo é simples e até mesmo compreensível. Mas procure usar senhas exclusivas. É importante fazer combinações longas, com mais de nove ou dez caracteres e que misturem letras maiúsculas e minúsculas, números e símbolos especiais. Para reforçar ainda mais a segurança do código, experimente substituir letras por números.

Não use perfis de redes sociais para fazer login em outros sites

Ao começar o cadastro em algum site, é comum que os usuários recebam a proposta de fazer login a partir da conta em outro serviço, como Google ou Facebook. Embora poupe tempo, o “login único” não é uma alternativa completamente segura, uma vez que concede ao site acesso às informações pessoais contidas na conta de e-mail ou rede social, abrindo caminho para violações de privacidade. Sempre que possível, opte por fazer o cadastro da forma tradicional.

Siga as nossas dicas e utilize a internet de forma saudável e segura.

Até a Próxima!

🤓👨🏻‍💻👋🏻

Rapha Rickes/Control R

Foto: Pixabay

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × 1 =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.