Santa Casa assina convênio para realizar mutirão de cirurgias de cataratas

A Prefeitura do Rio Grande, o Governo do Estado e a administração da Santa Casa assinaram, nesta segunda-feira (11), em ato na instituição hospitalar rio-grandina, um termo de compromisso para oferecimento de um mutirão de cirurgias e consultas de catarata. As cirurgias vão ser, especificamente, para a população residente em Rio Grande. Na primeira etapa do mutirão e até o final desse ano, serão atendidos 320 pacientes, que já passaram pela triagem e estão na fila de espera para a cirurgia. Os procedimentos devem iniciar em novembro.

“Como o objetivo do mutirão é a cirurgia de catarata, o paciente vai ser chamado, passará por uma consulta, será avaliado e seguirá para a cirurgia. Tanto as cirurgias como as consultas vão ser realizadas na Santa Casa. Não serão chamados pacientes da região (Sul), somente de Rio Grande”, esclareceu a titular da Secretaria de Município da Saúde (SMS), Zelionara Branco. Ela calcula que, se forem os pacientes que aguardam por uma consulta, cirurgias e avaliação, o total chega a 5 mil pessoas.

O mutirão foi pactuado com o Estado, a partir do levantamento dessa demanda, no começo do ano. A administração municipal identificou 1.200 pacientes aguardando pela cirurgia há, pelo menos, quatro anos. Para dar conta dessa fila, o Executivo encaminhou o projeto à Secretaria Estadual da Saúde (SES), que culminou com a assinatura deste termo de compromisso.

Zelionara participou do ato ao lado do prefeito Fábio Branco, da secretária da Saúde no governo estadual, Arita Bergmann, dos presidentes da Câmara de Vereadores, Felipe Branco, e da Santa Casa, Renato Silveira e do diretor médico oftalmologista responsável pelas cirurgias, Marcelo Teixeira. Também participaram outros secretários municipais de governo, vereadores, integrantes da Imprensa local e a presidenta do Conselho Municipal da Saúde, Eliane Pereira.

Dados divulgados pela secretária Arita Bergmann citam que o contrato prevê 320 consultas/mês, 2.560 exames e 160 cirurgias/mês. O valor total do contrato gira em torno de R$ 200 mil, dos quais uma contrapartida é da Prefeitura do Rio Grande. A intenção do Governo do Estado, conforme a secretária estadual, é dar continuidade ao contrato, mediante pedido de habilitação da Santa Casa junto a Coordenadoria Regional da Saúde, além de ampliá-lo, se for de interesse mútuo e, principalmente, “evoluindo para a alta complexidade, porque essa região carece dessa área”.

Já o diretor presidente da Santa Casa, Renato Silveira, afirmou que há uma demanda reprimida na cidade nessa área e esse é um marco importante neste momento. Diretor médico oftalmologista e responsável pelos atendimentos, Marcelo Teixeira adiantou que o planejamento é que comece ainda este mês com consultas e as cirurgias na primeira quinzena de novembro.

Fábio Branco enalteceu a importância dessa ação e do trabalho desenvolvido pela Santa Casa, que tem recebido apoio de diversos setores e autoridades da cidade e região, como o superintendente dos Portos, Fernando Estima e o Ministério Público, também presentes na solenidade. “Temos que firmar parcerias e ter vontade política para atender todas as pessoas. Esse ato vai servir para transformar a Santa Casa num centro de referência para a Região”, afirmou o prefeito.

A cerimônia teve, ainda, a presença de uma das pessoas que serão beneficiadas pelo convênio. Aldina Tavares Rodrigues, 76 anos, aguarda na fila de espera pela cirurgia de catarata, desde 2017. “Só quem tem esse problema entende. Hoje é um dos dias mais felizes que estou vivendo”, disse.

Assessoria de Comunicação Social – Prefeitura Municipal do Rio Grande

Foto: Divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.