RS poderá ter a maior produção de trigo da história em 2022

Estimativa da Emater é de colheita de 5 milhões de toneladas de trigo, aveia branca, cevada e canola no atual ciclo

Com a perspectiva de produção total de 5 milhões de toneladas de grãos, 11,9% maior do que no ano anterior, a safra de inverno 2022 poderá ser a maior para o período no Rio Grande do Sul. Este volume é a soma da estimativa feita para a cultura do trigo, de 3,9 milhões de toneladas; 870,2 mil toneladas de aveia branca; 108,6 mil toneladas de cevada e 91,3 mil toneladas de canola. A área implantada para fins comerciais está projetada em 1,89 milhão de hectares, um incremento de 14,6% em relação à extensão das lavouras no ano passado.

A projeção inicial da safra foi divulgada nesta terça-feira (7/6), em coletiva de imprensa virtual e presencial, na sede da Emater/RS-Ascar, vinculada à Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr). De acordo com os dados compilados pela Gerência de Planejamento (GPL) e levantados pelos escritórios municipais entre os dias 11 e 23 de maio, as produtividades iniciais são baseadas na tendência apresentada pelas médias registradas ao longo dos últimos 10 anos.

Pelo levantamento, a área de trigo prevista para esta safra é a maior desde 1980, com 1,4 milhão de hectares implantados. Segundo o diretor técnico da Emater, Alencar Rugeri, este incremento deve-se à conjuntura, com preços favoráveis e liquidez do grão, mas também ao avanço que vem se consolidando a partir de tecnologias disponíveis e do aumento do preparo do produtor rural para este cultivo. A tentativa de reverter o quadro da safra de verão, impactada pela estiagem, também impulsiona as apostas no inverno.

Se a estimativa da cultura do trigo se confirmar em 2022, a produção superará a de 2021, quando foram colhidas 3,5 milhões toneladas do grão. A terceira maior produção, com 3,3 milhões de toneladas, ocorreu em 2013.

Para o presidente da Emater, Edmilson Pelizari, os números positivos de produção, área e produtividade traduzem o trabalho dos agricultores, “mas também a atuação e o comprometimento dos extensionistas da Emater/RS-Ascar e todo o apoio prestado pela Seapdr”.

O assessor especial da Secretaria da Agricultura, Paulo Roberto da Silva, que representou o secretário Domingos Velho Lopes no evento, também agradeceu o desempenho da equipe da Emater na busca pelos números. “Os números estão a demonstrar a plena recuperação da safra de grãos no Rio Grande do Sul. Estamos pedindo que o clima nos ajude desta vez, para que os produtores tenham todas as condições para fazer uma excelente safra de inverno”, disse Silva.

Estimativa 2022, em comparação a 2021

Trigo:

Safra atual (2022)
Área: 1.413.763 hectares (+15,045%)
Produção: 3.990.227 toneladas (+12,53%)
Produtividade: 2.822 quilos por hectare (-2,17)

Safra anterior (2021)
Área: 1.228.978 hectares
Produção: 3.545.796 toneladas
Produtividade: 2.885 quilos por hectare

Aveia Branca:

Safra atual (2022)
Área: 392.507 hectare (+14,26%)
Produção: 870.240 tonelada (+7,49%)
Produtividade: 2.217 quilos por hectare (-5,93%)

Safra anterior (2021)
Área: 343.511 hectares
Produção: 809.592 toneladas
Produtividade: 2.357 quilos por hectare

Canola:

Safra atual (2022)
Área: 48.457 hectares (+27,42%)
Produção: 91.346 toneladas (+66,79%)
Produtividade: 1.885 quilos por hectare (30,28%)

Safra anterior (2021)
Área: 38.029 hectare
Produção: 54.767 tonleadas
Produtividade: 1.447 quilos por hectare

Cevada:

Safra atual (2022)
Área: 36.727 hectares (+0,84%);
Produção: 108.638 tonleadas (-2,07%)
Produtividade: 2.958 quilos por hectare (-2,89%)

Safra anterior (2021)
Área: 36.421 hectare
Produção: 110.929 toneladas
Produtividade: 3.046 quilos por hectare

→ Clique aqui para acessar o levantamento completo, inclusive com dados regionais

Ascom Emater/Seapdr

Foto: Emater/Arquivo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.