O Brasil que eu quero para o futuro

Achei uma baita jogada essa coisa de uma pessoa gravar por um celular o que deseja para o futuro do Brasil e mostrarem em Rede Nacional. Uma grande jogada de marketing, na verdade. Afinal o resultado dessa interação para o futuro do Brasil é algo nulo.

Existem dois pontos a serem analisados que comprovam minha teoria.

Primeiro que essa empresa não fará nenhuma mágica para que seu desejo torne-se realidade. Nem tem como fazer isso! Mostrar os anseios da população e os problemas sociais já é parte do jornalismo ou deveria ser.

Em segundo lugar, querer, qualquer criança quer. E isso não é algo de hoje em dia. Sempre foi assim, mas as crianças estão cada vez mais cheias de vontades. Daí eu pergunto: O que essas pessoas que querem algo e mandam seus vídeos estão fazendo em prol do Brasil? O vídeo? Sério que vocês creem que um político corrupto assiste um vídeo de um simples brasileiro, eleitor, em Rede Nacional e pensa: “Uhm, acho que vou parar de roubar!” Acho que não, né?!

Então meus caros, que tal começar a deixar de querer e começar a fazer?! Fazer algo em prol do outro, do seu bairro, da sua cidade, do Brasil. O Brasil que você quer para o futuro, passa pelo seu voto. Passa pela sua obrigação cívica de votar e votar consciente.

No mais, essa mobilização nacional de gravar “Que Brasil você quer para o futuro?” serviu para uma coisa. Ensinou a população a gravar vídeos com o celular deitado.

Rapha Rickes – Equipe Rio Grande TEM

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.