Não é fácil assumir os erros

Acertamos, erramos e desde o início dos tempos a humanidade tem provado que é capaz de realizar grandes feitos, mas também nos mostrou o quanto essas invenções podem trazer malefícios, em pequenas e maiores proporções. Nossas intenções, atitudes e/ou ações foram determinantes para dizer o que realmente somos: “seres humanos limitados e falheis”. No entanto, há aqueles que se julgam deuses e, nesse caso, pensam que podem fazer tudo, que estão acima do bem e do mal. Nossa… quanto engano, prepotência e arrogância. Bem, na verdade, é difícil dizer o quanto esse tipo de comportamento atrasa o nosso desenvolvimento e de tudo que nos rodeia, já que não é fácil apontar defeitos e sim qualidades. Não é fácil assumir os erros, porque a perfeição parece ser a meta da maioria.

Ana Paula Emmendorfer (Professora de Filosofia e Lógica – Doutora em Filosofia/Unisinos-RS)

Foto: Pixabay

Siga no Facebook: facebook.com/logosreis/

Siga no Intagram: instagram.com/logosreis/

Siga no YouTube: youtube.com/logosreis/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 + 9 =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.