Instituto-Geral de Perícias empossa 70 novos servidores

Laura Echenique assina o termo de posse como perita médica-legista

O Instituto-Geral de Perícias (IGP) do Estado conta, a partir de segunda-feira (20/7), com 70 novos servidores aprovados no último concurso. Foram empossados 21 peritos criminais, 21 peritos médico-legistas e 28 técnicos em perícia. Todos entram em exercício no dia 3 de agosto, quando acontece a aula inaugural do curso de formação.

Após a assinatura do termo de posse, eles foram recepcionados em pequenos grupos, de forma a manter os protocolos sanitários contra a Covid-19, para receber informações sobre o curso. A formação está dividida em três módulos: básico (3 de agosto a 19 de agosto), específico (20 de agosto a 24 de setembro) e prático (a partir de 25 de setembro). Apenas a disciplina Manejo de Armas de Fogo terá aulas presenciais. As demais serão ministradas em uma plataforma virtual.

Ao fim das aulas práticas, os servidores estarão aptos a desempenhar suas atividades no IGP. O coordenador-geral do curso de formação, perito Lucas Klassmann, disse que a expectativa para o início da preparação é muito boa. “Esperamos que os novos colegas estejam empenhados, tanto quanto nós estamos, em garantir uma formação de excelência”, enfatizou.

A médica Laura Echenique foi uma das que tomaram posse. Após 20 anos atuando em emergências e UTIs pediátricas, ela assumirá como perita médica-legista no Posto Médico-Legal (PML) de Rio Grande. “O cargo vai me trazer estabilidade, o que é importante atualmente. Também estou motivada com os novos aprendizados que a função exige”, afirma.

A convocação dos servidores foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) no dia 18 de junho. Estão previstas 97 vagas. O processo de chamamento dos aprovados em cadastro reserva já está em andamento.

SECOM RS

Foto: Ascom IGP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quinze + 19 =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.