Em força-tarefa contra o Covid-19, FURG produz antisséptico a base de álcool

Produto será distribuído para os postos de saúde de Rio Grande

Em tempos de isolamento social e cuidados redobrados com a higiene, uma força-tarefa envolvendo professores, técnicos e discentes dos cursos de pós-graduação da Escola de Química e Alimentos (EQA) da FURG foi formada para a produção de um antisséptico a base de álcool. O produto, que teve testes realizados na segunda-feira, 23, quando pronto, vai ser distribuído para o Hospital Universitário da FURG e para as prefeituras de Rio Grande e São Lourenço do Sul, que distribuirão o antisséptico para as suas unidades básicas de saúde e para ações de assistência social. A iniciativa, fruto de trabalho voluntário, conta com o apoio da direção da EQA, de todas as pró-reitorias e da reitoria da FURG.

O professor Felipe Kessler conta que 50 pessoas estão envolvidas diretamente com o projeto e que a ação já conta com banco de reserva de voluntários que desejam participar. Sobre a fórmula, Kessler explica que o antisséptico a base de álcool é um produto recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e tem as mesmas características do álcool em gel 70%. “O Antisséptico consiste em produto viscoso contendo álcool, glicerina e peróxido de hidrogênio e sua metodologia de produção é a recomendada pelo guia da Organização Mundial da Saúde (OMS)”, menciona o docente.

Com relação aos cuidados de prevenção contra o coronavírus, Felipe garante que todas as medidas estão sendo tomadas. “Dividimos a equipe em no máximo quatro pessoas, que estarão no laboratório em turno único de 6 horas. As instalações do Centro Integrado de Análises (CIA) foram adaptadas e nossos laboratórios dispõem de estrutura física que permite a não contaminação do produto”, afirma Kessler.

Para Felipe a expectativa com essa ação é ajudar a diminuir o impacto da demanda causada pelo coronavírus no sistema de saúde de Rio Grande. “Se nós conseguirmos produzir o suficiente para que atenda aos principais hospitais, estaremos juntos enfrentando toda essa crise. Acredito que todos os envolvidos no projeto querem contribuir e ao disponibilizarmos toda a estrutura da universidade e o tempo dos voluntários, ao final disso tudo sairemos melhores”, aponta Kessler.

Plano de Ação

O antisséptico a base de álcool será produzido na forma de escala, com três operadores e um coordenador de produção. Segundo os envolvidos, o espaço e o sistema se encontram em etapa de instalação e em três dias úteis já poderão ser disponibilizados os primeiros lotes do produto, feitos a partir da estrutura e insumos próprios da universidade.

A previsão é que a produção inicial seja de 120 litros por dia, podendo ser ampliada conforme a disponibilidade de insumos, podendo chegar a 480 litros por dia.

Produção

A equipe de produção do turno deve realizar a higienização do ambiente e de produtos na pré e na pós-produção. Após a produção, serão envasados e deixados em repouso por 72 horas, aos quais estarão disponíveis para distribuição.

Campus de São Lourenço do Sul

Outra boa iniciativa vem do campus da FURG em São Lourenço do Sul. Na segunda-feira, 23, docentes e técnicos realizaram entrega à Secretaria de Saúde do município de máscaras, caixas de luvas de látex e álcool 70% líquido produzido nos laboratórios do campus. Já os demais produtos faziam parte do estoque da instituição para a realização de aulas práticas nos laboratórios, que, com a suspensão das atividades acadêmicas, ficaram sem uso.

Cientes da situação e da falta desses materiais no mercado, os servidores reverteram, com o apoio da FURG, o estoque da universidade para a comunidade, para que esses materiais possam auxiliar na segurança dos profissionais da saúde. De acordo com o diretor do campus, Eduardo Vogelmann, “Nesse momento, a FURG entende que é imprescindível equipar e fortalecer a rede pública de saúde frente o avanço da pandemia do Covid-19”.

Assessoria de Comunicação Social da FURG

Foto: Divulgação

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.