Depredação e furto de contêineres trazem prejuízos à coleta de lixo em Rio Grande

Mais de 95 contêineres foram vandalizados ou furtados desde janeiro deste ano

A Prefeitura do Rio Grande, por meio da Secretaria de Zeladoria da Cidade (SMZC), fez um levantamento, junto à empresa Contemar Ambiental, sobre a quantidade de contêineres de resíduos que foram depredados ou furtados desde o início deste ano. Conforme dados da empresa que é a responsável pela locação dos contêineres ao Município, de janeiro a novembro 56 contêineres foram incendiados e outros 41 furtados das zonas da cidade atendidas pelo serviço.

Além disso, outras destas unidades são vandalizadas diariamente com o furto parcial de rodas, tampas e até pedaços das laterais plásticas. Conforme o encarregado Operacional da Contemar, Márcio Oliveira, as perdas significam um prejuízo de mais de R$242mil à empresa, tendo em vista que cada unidade coletora custa R$2.500. Com um contrato de locação anual de valor fixo firmado com a Prefeitura de Rio Grande, a empresa é quem arca com o prejuízo dessas perdas em equipamentos.

Atualmente, o município dispõe de atendimento deste serviço nos bairros Getúlio Vargas (BGV), Centro, Santa Tereza, Cidade Nova, Navegantes, Lar Gaúcho, Vila Militar, além da Avenida Presidente Vargas; na Avenida Rio Grande, Rua Lisboa e Rua Rio de Janeiro no Balneário Cassino.

Segundo o titular da SMZC, Marlon Soares, o prejuízo da empresa já compõe o custo de locação. “ Se não houvesse tanta depredação, o custo de locação seria menor e provavelmente atenderíamos mais bairros”, disse.

Levantamento da Zeladoria e da Contemar mostram que a incidência de furtos e depredações ocorrem com maior frequência no Centro da cidade e nos bairros Cidade Nova e Navegantes.

Assessoria de Comunicação Social – Prefeitura Municipal do Rio Grande

Foto: Divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.