Situação da estiagem que preocupa produtores gaúchos foi debatida em reunião no Ministério da Agricultura

Encontro também aconteceu nesta terça-feira (8), durante cumprimento de agenda da comitiva gaúcha em Brasília

Seguindo a programação de agendas na capital federal, o superintendente da Portos RS, Fernando Estima, acompanhou o governador do estado, Eduardo Leite, em uma reunião na sede do Ministério da Agricultura. O encontro foi mediado pelo secretário executivo da pasta, Marcos Montes, uma vez que a ministra Tereza Cristina positivou para Covid-19 e teve de participar por meio de videoconferência.

Os secretários estaduais de Meio Ambiente e Infraestrutura, Luiz Henrique Viana, de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento, Silvana Covatti, o adjunto de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento, Luiz Fernando Rodrigues Júnior, e a de Relações Federativas e Internacionais, Ana Amélia Lemos, também compuseram a mesa. Durante a reunião, Leite enfatizou os efeitos da estiagem para os produtores gaúchos.

“O mais importante da nossa vinda era reforçar que a nossa situação está bastante crítica, com boa parte do Estado atingida pela estiagem. Mas temos certeza de que poderemos contar com a boa parceria que sempre tivemos com o Ministério da Agricultura e ficamos na expectativa do anúncio nos próximos dias”, disse o governador. A falta de chuva é preocupante do ponto de vista econômico, pois deve impactar nos resultados das exportações ao longo do ano.

No final da última semana, o governador esteve percorrendo os municípios da região sul e em Pelotas participou de uma reunião com produtores e industriários do arroz, os quais também demonstraram os efeitos da estiagem. Além do cereal, outras plantações também estão sofrendo com a escassez de água e o empobrecimento do solo, gerando prejuízos muitas vezes incalculáveis aos agricultores.

Assessoria de Comunicação e Marketing Portos RS

Foto: Gustavo Mansur/Palácio Piratini

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.