Secretário da Educação busca recursos em Brasília para escolas estaduais

Encontro ocorreu nesta terça-feira (8) no Ministério da Educação

O secretário Estadual de Educação, Ronald Krummenauer, reuniu-se em Brasília, nesta terça-feira (8), com o ministro da Educação, Rossieli Soares, e com o ministro chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha. Na pauta, o desenvolvimento do Referencial Curricular Gaúcho, que está sendo feito no Estado, e a liberação de verbas do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) para obras na rede de escolas públicas do Rio Grande do Sul.

Os recursos, na ordem de R$ 100 milhões, que aguardam questões técnicas para serem liberados, serão utilizados na construção de 200 novas quadras esportivas. Trata-se de uma demanda dos gestores de escolas ouvidos durante o evento “Bate-Papo com os Diretores”, realizado nos meses de março e abril, e que permitiu que os 2,5 mil diretores da rede de ensino conversassem diretamente com o secretário de Educação, em 17 encontros pelo Estado.

“Iremos intensificar as reuniões técnicas junto ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação para liberar os recursos já previstos e, também, buscar novos”, adiantou Krummenauer. Ele destaca que, atualmente, no Rio Grande do Sul, estão sendo realizadas 715 obras de ampliação e reforma da rede escolar, com investimento na ordem de R$ 102 milhões.

Além do secretário, participaram da reunião, no Ministério da Educação, o diretor do Departamento das Coordenadorias Regionais da Seduc, Carlos Norberto Fraga, e o diretor da Fundação Escola Técnica Liberato Salzano Vieira da Cunha, Ramon Fernando Hans, vinculada à Seduc. Na ocasião, Krummenauer e o diretor Ramon entregaram o convite oficial para que o ministro participe da cerimônia de abertura da Mostra Internacional de Ciência e Tecnologia (Mostratec), que ocorrerá em outubro, em Novo Hamburgo, promovida pela Fundação.

Texto e Foto: SEDUC

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.