Secretaria da Cultura garante a continuidade das atividades do Coral Municipal

Na manhã da última quarta-feira (17), o Secretário Municipal da Cultura, Luis Henrique Drevnovicz, recebeu em seu gabinete, os integrantes do Coral Municipal do Rio Grande, para tratar dos assuntos relativos ao retorno das atividades, local de ensaios e regente. Na ocasião o Secretário garantiu a continuidade das atividades do Coral Municipal.

Segundo informações do secretário Luis Henrique, o Coral Municipal continuará ligado à Secretaria Municipal da Cultura (SECULT) e seguirá utilizando o espaço cedido para práticas de canto e desenvolvimento de técnicas, junto à sede da Secretaria (Viturino, 666). Quanto à regente, a contratação  de um novo profissional que irá comandar o coro já está em processo. “O Coral Municipal é um orgulho para nossa Cidade, o grupo é muito esforçado e apresenta ótima qualidade nas suas apresentações. Eles cantam e encantam a todos por onde passam”, completou Luis.

No que se refere ao retorno das atividades, além da efetiva contratação do regente, também dependerá da situação pandêmica com a classificação da bandeira do Município. “Temos que levar todas essas questões em consideração já que grande parte dos integrantes do Coral são do grupo de risco, e é de suma importância para o Executivo Municipal, neste momento em que a pandemia está tomando força novamente, reforçar os cuidados com a saúde da população e a preservação de suas vidas”, reforçou o Secretário da Cultura do Município.

Durante o encontro, também ficou acertado que será analisada a situação da Orquestra de Flautas. Estiveram presentes no encontro, juntamente com o Secretário, Luis Henrique Drevnovicz, os seguintes coralistas: Maria Luiza Barros, Maria de Lourdes dos Santos, Aracy Insaurriaga Cruz, Maria Nádia Sequeira, Mariza da Cunha, Luany Novo Guilanelon, Rosangela dos Santos Brum, Iara Plá e Rubilar Ribeiro.

Sobre o Coral Municipal

Foi criado no ano de 2003, atualmente é composto por 37 membros da comunidade rio-grandina, amadores, apreciadores do canto coral. Ao longo desses 18 anos de existência e mais de 600 apresentações, o Coral conquistou um repertório variado, reunindo peças sacras, eruditas, populares, gauchescas e natalinas, como o tradicional Ondas de Natal. Assim, o grupo tem como objetivo divulgar o canto coral por meio de apresentações articuladas, no atendimento às várias solicitações da comunidade, eventos organizados pelo governo municipal, bem como no atendimento à convites de outros municípios. Dedica-se também a causas sociais, levando a música para aquelas pessoas que necessitam de mensagens de apoio e elevação de auto-estima.

Assessoria de Comunicação da SECULT/SMEL

Foto: Nubia Huff

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × 2 =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.