Sala de Situação emitiu 72 avisos de alerta climático à Defesa Civil

Sistema gaúcho é referência nacional no monitoramento de desastres naturais

Em operação desde fevereiro de 2016, a Sala de Situação da Secretaria do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Sema) atingiu a marca de 72 avisos hidrometeorológicos produzidos em 26 meses. Os documentos são utilizados como base para a emissão dos alertas da Defesa Civil do Estado. Eles são disponibilizados com exclusividade para que o órgão possa se planejar e acelerar as ações de resposta nas comunidades vulneráveis, em caso de desastres naturais.

Integrada ao Departamento de Recursos Hídricos (DRH) da Sema, a Sala de Situação é responsável por fazer a previsão do tempo e o monitoramento hidrometeorológico no Rio Grande do Sul, com o intuito de identificar a ocorrência de eventos extremos. De acordo com o diretor do DRH, Fernando Meirelles, o setor tornou-se referência para ações de combate aos efeitos provocados pelas enchentes. “Nosso ganho é na resposta às comunidades. Hoje nós enviamos o aviso, a Defesa Civil verifica sua capacidade de resposta e, se não há capacidade de resposta naquele local, ela pode se programar e levar cestas básicas, água mineral, lonas, telhas e material de higiene para dar suporte às famílias atingidas”, destaca Meirelles.

Atualmente, a Sala de Situação conta com profissionais de meteorologia e hidrologia. Além dos avisos, são produzidos boletins diários e semanais sobre as condições climáticas. Os relatórios são elaborados com o auxílio de dados produzidos por estações automáticas de monitoramento. Os equipamentos registram a quantidade, a intensidade e a duração das chuvas, além de verificar o nível dos rios. Cada estação é composta um medidor, uma placa solar, um modem e antena de comunicação com satélite.

Tecnologia contra desastres

Recentemente, o RS anunciou a aquisição de 160 novas estações de monitoramento de chuva, passando a ser o estado brasileiro com a maior rede de controle no setor. Os novos equipamentos serão integrados à moderna rede de informações pluviométricas coordenada pela Sala de Situação.  Após a instalação dos aparelhos, a rede acompanhará os índices de chuva em 612 pontos do Estado. Em 2015, a Sala de Situação monitorava 45 estações. Entre outras vantagens, o sistema também oferece mais subsídios para os municípios justificarem a necessidade de decretar situação de emergência e auxilia os produtores rurais no planejamento de atividades agrícolas.

SECOM RS

Foto: Divulgação/Sema

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × cinco =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.