RS poderá ampliar para cinco o número de municípios com escolas cívico-militares

Deputado Lorenzoni informou ao governador Leite que, como houve desistência de Estado contemplado, RS pode receber os recursos

Em conversa com o deputado estadual Rodrigo Lorenzoni, na noite desta quinta-feira (9/1), o governador Eduardo Leite garantiu apoio ao pedido do parlamentar ao Ministério da Educação (MEC) para uma quinta escola cívico-militar no Rio Grande do Sul.

Lorenzoni informou que, como um dos Estados contemplados abriu mão de uma escola, o RS tem boas chances de ficar com esse recurso e ampliar o número de cidades contempladas de quatro para cinco. Além de Uruguaiana, Alegrete, Alvorada e Caxias do Sul, confirmadas em novembro pelo MEC, Bagé poderá fazer parte do programa federal.

O programa a ser executado pelo ministério, deverá investir R$ 54 milhões em todo o país, colocando mais de mil militares das Forças Armadas, do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar para trabalhar como monitores, com a contrapartida de 30% de adicional no salário.

“Essa possibilidade é uma importante notícia que o deputado nos traz e apoiaremos o pedido junto ao ministério para que mais uma escola gaúcha seja contemplada”, disse Leite.

SECOM RS

Foto: Rodger Timm/Palácio Piratini

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.