Rio Grande recebe doses para vacinação de adolescentes e terceira dose para idosos e imunossuprimidos

Nesta quarta (15), todos os municípios gaúchos recebem vacinas contra a covid-19

De acordo com a  Secretaria da Saúde (SES RS) no total são 390 mil doses de vacina contra a Covid-19 às 18 Coordenadorias Regionais de Saúde (CRSs). Da Pfizer, são 296 mil destinadas a adolescentes de 17 anos, para dose de reforço de idosos maiores de 70 anos e imunossuprimidos e para os municípios que ainda não atingiram a faixa etária de 18 anos da população em geral. Da Coronavac, há 94 mil para segunda aplicação em quem precisa completar o esquema vacinal.

Em Rio Grande, são 1662 doses destinadas a adolescentes com 17 anos e 2124 doses para o reforço em idosos e imunossuprimidos, totalizando o recebimento de 3786 doses. A distribuição da 3º Coordenadoria Regional de Saúde na qual o município do Rio Grande faz parte ocorrerá às 15h30.

A cidade de Pelotas receberá no total 8736 doses, sendo 3804 para jovens de 17 anos e 4932 para idosos e imunossuprimidos. São José do Norte já iniciou nesta manhã de quarta (15), a vacinação contra a covid-19 para quem possui 17 anos, foram disponibilizadas 190 doses para esse público. O município receberá 720 doses, sendo 426 para adolescentes e 294 para idosos e imunossuprimidos.

Adolescentes

Serão distribuídas vacinas para cerca de 50% da população de 17 anos em todo o Estado, ou seja, cerca de 76 mil doses. “Distribuiremos doses de vacinas para uma parte dos adolescentes de 17 anos saudáveis, mas lembramos que o grupo dos idosos e dos imunossuprimidos são os mais vulneráveis para as complicações da doença. Não podemos abrir a vacinação para os adolescentes e não focar em reforçar a imunidade desses dois grupos. É preciso que a vacinação dos adolescentes e dos mais vulneráveis seja simultânea”, disse a secretária adjunta da Saúde, Ana Costa.

Idosos

Cerca de 75 mil doses serão distribuídas para reforço da imunização de pessoas com 70 anos ou mais. Para o idoso estar apto para receber a dose de reforço, é preciso que ele tenha completado o esquema vacinal (recebido a segunda dose ou dose única) há, no mínimo, seis meses.

Imunossuprimidos

Para as pessoas com neoplasias, doenças renais crônicas, transplantados e com outras doenças crônicas que baixam a imunidade, a quantidade a ser distribuída será de aproximadamente 50 mil doses. Quem está apto a receber a dose de reforço são aqueles que terminaram o esquema vacinal (receberam a segunda dose ou dose única) em, no mínimo, 28 dias.

Jornalista Thuanny Cappellari/RIO GRANDE TEM

Foto: Divulgação PMRG

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.