Rio Grande começa a vacinar povos indígenas no município

A Secretaria Municipal de Saúde disponibilizou, na manhã desta quarta-feira (20), as primeiras doses da vacina contra a Covid-19, a serem aplicadas na população indígena das duas aldeias residentes no município, as etnias Kaigang e Guarani Mbya. Com o apoio da Coordenadoria Municipal dos Povos Indígenas e do Programa Municipal de Saúde Indígena, a meta é vacinar todos os indígenas acima de 18 anos, seguindo as restrições para gestantes.

Embora haja a intenção da Prefeitura de vacinar toda a população especificada acima, a Secretaria foi informada de que indígenas da etnia Guarani Mbya, na região de Domingos Petroline, estão avaliando, internamente, a aplicação das vacinas pois a discussão faz parte de sua cultura. Indígenas da etnia Kaigang  já começaram a ser vacinados. Dez receberam a CoronaVac nesta data.

Todas as vacinas vão continuar disponíveis para a etnia Guarani Mbya. A SMS e a própria Coordenadoria vão permanecer com o trabalho de conscientização e sensibilização junto à aldeia, a fim de que todos sejam imunizados por meio da vacina.

O cacique Kaigang, Claudio Ka Peni, presidente do Conselho Municipal dos Povos Índígenas,  foi o primeiro Indígena a receber a vacina: “Eu me sinto honrado em receber a vacina. É um momento muito importante para nós povos indígenas. Já perdemos muitos parentes para essa doença”.

Tatiana Freitas, coordenadora municipal de Políticas Públicas para os Povos Indígenas e Luciane Duarte, coordenadora do Programa Municipal de Saúde Indígena farão o acompanhamento de toda a atividade e o posterior cuidado para possíveis reações adversas. A segunda dose será aplicada em torno de 28 dias .

Assessoria de Comunicação PMRG (com informações de Tatiana Freitas)

Foto: Divulgação PMRG

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

catorze − catorze =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.