Professor da FURG é indicado para representar governo brasileiro na Rede BRICS TB Research

Missão é acelerar pesquisa na estratégia global de controle da tuberculose estabelecida pela OMS

O professor Pedro Almeida da Silva, líder do Núcleo de Pesquisa em Microbiologia Médica (NUPEMM) integrante da Famed e do Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde (PPGCS) , foi recentemente indicado pelo Ministério da Saúde para integrar a representação do governo brasileiro na Rede BRICS Tuberculosis Research, cuja missão principal é acelerar a pesquisa, desenvolvimento e inovação entre os países do BRICS, possibilitando alcançar as metas previstas na estratégia End TB – estratégia global de controle da tuberculose estabelecida pela Organização Mundial da Saúde (OMS), para os próximos 15 anos.

“Eu vejo a nomeação para compor a delegação brasileira da Rede BRICS de Pesquisa em Tuberculose com uma grande responsabilidade no conjunto de ações internacionais que visam a redução do impacto negativo da tuberculose. A formulação de políticas públicas, nacionais e internacionais, que promovam a transferência de conhecimento científico, tanto na formação de profissionais como na transferência de tecnologia, em conjunto com a redução das desigualdades socioeconômicas é o alicerce que sustenta a estratégia End TB (Fim da TB)”, declara professor Pedro.

A tuberculose no Brasil e no mundo

A pandemia da Covid-19 causou um dramático recuo no controle da tuberculose em todo o mundo, com um significativo aumento da subnotificação; tuberculose com microrganismos resistentes aos antimicrobianos e aumento da taxa de mortalidade, especialmente nas populações com maior vulnerabilidade socioeconômica.

O trabalho da Rede BRICS TB Research visa uma redução significativa na morbimortalidade causada pela TB, que hoje causa cerca de 10 milhões de novos casos, anualmente, em todo o mundo. O Brasil é um dos 30 países considerados prioritários pela OMS para o controle da TB, pois apresenta muitos casos da doença (90.000 novos casos/ano), sendo 10% de coinfecção HIV/TB.

Rede TB-BRICS

A Rede TB-BRICS visa acelerar o desenvolvimento de vacinas, antimicrobianos e métodos diagnósticos, promovendo o intercâmbio de P,D & I entre os países que integram o grupo BRICS.

Pedro ressalta que sua nomeação pelo Ministério da Saúde deu-se pela visibilidade da FURG e do grupo de pesquisa (NUPEMM) no campo da TB. O NUPEMM tem sido protagonista, ao longo de 30 anos, no desenvolvimento de projetos de pesquisa na área da tuberculose.

Assessoria de Comunicação da FURG

Foto: Arquivo Pessoal/Professor Pedro (o segundo da esquerda para a direita, em pé), em reunião da OMS, em Genebra, em fevereiro de 2020

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.