Presidente da Junta Comercial assume com meta de facilitar abertura de empresas

Itacir Amauri Flores, que toma posse nesta quinta (3), às 10h, foi entrevistado no Governo em Rede

Pelo fortalecimento da cultura do empreendedorismo, a Junta Comercial, Industrial e Serviços do Estado (JucisRS) atua na facilitação do registro mercantil e em busca de ferramentas digitais para facilitar a abertura de negócios no Rio Grande do Sul. O novo presidente, Itacir Amauri Flores, que toma posse nesta quinta-feira (3), às 10h, na sede da JucisRS, foi entrevistado na última edição do programa Governo em Rede, da Rádio Piratini, veiculado nessa quarta (2).

Entre os assuntos, Amauri Flores falou sobre os avanços e mudanças do órgão e anunciou a entrega oficial de 18 milhões de documentos digitalizados, no próximo dia 2 de julho, em um evento que será chamado de Dia da Desburocratização, organizado em parceria com o Sebrae/RS. A entrega, no Palácio Piratini, simboliza mais um passo na concretização da Junta Digital, projeto que se iniciou ainda na gestão de Paulo Kopschina.

“Nós temos vários desafios dentro da nossa gestão para fazer um bom trabalho e desenvolver um serviço voltado a motivar o empreendedorismo no estado. Principalmente, fazer com que todos os atos de atendimento e protocolos sejam agendados, evitando filas, com a conclusão da Junta Digital, que é nosso projeto maior”, afirma.

Entre as parcerias em atividade, ele destacou a participação do Sebrae pela Rede Nacional para Simplificação do Registro de Empresas e Negócios (Rede Simples) e como idealizadora do Sistema de Registro Mercantil (Sistema Integrar), que deve integrar os dados do estado com os do Ceará, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Distrito Federal, Acre e Rondônia.

“Hoje, a Rede Simples está em 101 municípios gaúchos, que abrangem 70% da renda dos negócios do estado. Temos a previsão da adesão de mais 50 municípios para 2018, chegando a 85% da economia gaúcha. Já o Sistema Integrar auxilia a Junta Digital, que é fundamental para a agilidade da constituição de empresas com a entrega de documentos pela internet”, disse.

Sala do Empreendedor

A JucisRS possui 55 escritórios em todo o estado com algumas unidades da Sala do Empreendedor. Conforme Amauri Flores, há a possibilidade da abertura de uma unidade do projeto para “motivar a capital gaúcha a ser um modelo nacional” em empreendedorismo.

“Na Sala, o cidadão empreendedor é atendido com todos os entes que fazem parte da regularização e legalização para abrir empresas (Bombeiros, Fazenda, Ambiente e Vigilância). Nós temos que preservar e ampliar a cultura do empreendedorismo. Hoje, o empreendedor olha para o estado que dá melhores condições na criação de empresas e com menos burocracia. O RS já deu um exemplo muito grande nessa direção”, concluiu.

Mais informações sobre os documentos necessários à regularização de empresas e serviços estão no site da JucisRS e também podem ser acessados pelo aplicativo Facilita RS. O programa Governo em Rede, apresentado pela jornalista Andrea Martins, é transmitido às quartas-feiras.

SECOM RS

Foto: Karine Viana/Palacio Piratini

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.