Prefeitura recebe 102 celulares com acesso à internet do Ministério Público

Telefones serão distribuídos para alunos carentes da Rede Pública Municipal

Prefeito Fábio Branco e o Secretário de Município Adjunto de Educação, Paulo Munhoz (representando o titular da pasta, Bernardelli), assinaram na tarde desta quinta-feira, 10, um termo de cooperação com o Promotoria do Ministério Público Estadual em Rio Grande que permitiu a doação à Prefeitura de 102 celulares com chips para voz e internet. O repasse foi feito pelo Promotor de Justiça Marcelo Thormann.

O Município e o Ministério Público assinaram entre si o termo, cujo propósito é o projeto da Promotoria de Justiça Criminal Criminal do Rio Grande , intitulado “Educação Inclusiva Digital”. O projeto é de autoria do Promotor Marcelo Thormann, e inédito no estado do Rio Grande do Sul, e visa a destinação dos aparelhos adquiridos pelo MP a alunos da Rede Pública Municipal em situação de vulnerabilidade econômica e social, para auxiliar no sistema híbrido de ensino.

Rio Grande é a primeira cidade a ser contemplada. Thormann idealizou o projeto após uma reunião do Gabinete de Gestão Integrada (GGI) em abril deste ano. Os celulares foram arrecadados em acordos criminais feitos pelo Ministério Público durante este período.

No ato do MP, o Promotor destacou a importância desta parceria com o Município e disse que continuarão arrecadando equipamentos para auxiliar na inclusão digital dos alunos do Rio Grande. A iniciativa do Promotor foi destacada pelo Prefeito, que enalteceu o trabalho do Ministério Público que rapidamente organizou o projeto e buscou uma saída para ajudar o Município.

Na avaliação do Secretário Adjunto da Educação, trata-se de uma ação que vem ao encontro dos interesses municipais, especialmente à Secretaria. “Uma das prioridades que a SMEd terá durante esta gestão, é a inclusão digital. No nosso entendimento essa inclusão será fator decisivo não apenas na vida em geral dos alunos que serão beneficiados, e portanto a SMEd terá como prioridade este pleito”, destacou. Estes são os primeiros 102 aparelhos entregues, de um programa que será permanente, segundo informou o Promotor de Justiça aos gestores municipais.

Munhoz também destacou que, além da satisfação em receber os aparelhos telefônicos, o Município também se sente responsabilizados em razão de entender que, hoje, “uma das dificuldades para o ensino e estabelecimento de uma relação professor-aluno, neste momento de pandemia, é o acesso à internet, e que o celular facilita esse estabelecimento”, disse.

Pela assinatura do termo, a Secretaria tem a responsabilidade de entregá-los a crianças da Rede Municipal em situação de carência de recursos financeiros e designar os usos dos mesmos mediantes trâmites e termos de responsabilidade assinados por pais de alunos e alunas. Para esta distribuição dos aparelhos com os chips de internet inclusos, a Secretaria de Educação já encaminhou uma reunião inicial junto à Superintendência Pedagógica da unidade, a fim de mapear e estabelecer critérios e prioridades para a distribuição dos aparelhos aos estudantes da Rede Municipal.

Assessoria de Comunicação Social – Prefeitura Municipal do Rio Grande

Foto: Adriene Antunes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × dois =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.