Prefeitura do Rio Grande assina convênio com a FURG para projeto de desenvolvimento sustentável das Pescarias Costeiras

Na manhã desta quarta-feira o prefeito Fábio Branco assinou um convênio com a Universidade Federal do Rio Grande (FURG) para a realização do projeto “Desenvolvimento Sustentável das Pescarias Costeiras e Fortalecimento da Cadeia Produtiva da Pesca em Rio Grande”. A assinatura contou com a presença de representantes do setor pesqueiro de toda a cidade.

O projeto visa contribuir para o fortalecimento da cadeia produtiva da pesca através de ações de fortalecimento estratégico, institucional e operacional. O investimento total do projeto é de R$ 807 mil e o período de execução é de dois anos.

O prefeito Fábio Branco compartilhou sua alegria na realização desse projeto e comenta como a universidade tem sido uma grande parceira. “O reitor Danilo tem nos ajudado muito nessas demandas específicas. O setor pesqueiro é um compromisso pessoal, essa é uma proposta para unirmos o setor e fazer com que Rio Grande possa ser novamente a grande referência num processo de beneficiamento de pescado”, diz.

A equipe que irá conduzir o projeto é composta pelos professores Patrízia Raggi Abdallah do Instituto de Economia (ICEAC/FURG), Luís Gustavo Cardoso do Instituto de Oceanografia (IO/FURG), Rafael Lipinski Paes da Escola de Engenharia (EE/FURG) e Tito Roberto Santana Cadaval Jr. da Escola de Química e Alimentos (EQA/FURG).

Estratégias

Foram traçadas cinco estratégicas específicas para a realização do projeto: a elaboração de plano de estratégia de gestão dos principais recursos pesqueiros do mar territorial do Rio Grande do Sul, caracterização e análise dos instrumentos da economia cruciais ao processo de fortalecimento da cadeia produtiva da pesca, análise setorial dos instrumentos econômicos, gestão das principais espécies e capacidade instalada e uma agenda estratégica para o desenvolvimento industrial pesqueiro da indústria, economia e certificados de sustentabilidade.

“É um projeto que vai trazer agregação de todo segmento, desde os trabalhadores das indústrias, pescadores, pescadores artesanais, o setor empresarial até o conhecimento da universidade, com a mediação da Prefeitura e da secretaria nesse processo. Vamos entender os problemas para que se encontre caminhos que tragam rumos para redefinir e revitalizar todo o segmento e torná-lo importante economicamente como já foi há 30 anos atrás”, diz o secretário de Pesca, Agricultura e Cooperativismo, Bercílio Silva.

Assessoria de Comunicação Social Prefeitura Municipal do Rio Grande

Foto: Divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.