Prefeito assina decreto que beneficia mototaxistas

Na manhã desta quarta-feira (21) o prefeito municipal, Alexandre Lindenmeyer, assinou um documento que beneficia os trabalhadores e trabalhadoras que exercem a profissão de mototaxistas no âmbito do município. O decreto nº 15.281/18 altera o texto anterior, 11.996/13, e propõe alguns ajustes no serviço prestado em Rio Grande.

Dentre eles, a ampliação da vida útil de uso das motocicletas, de 7 para 10 anos, a autorização para o uso de modelo alternativo de colete de segurança, com o fundo preto e devidamente dotados de dispositivos retrorrefletivos, e de capacete na cor preta, com numeração do prefixo, de acordo a Resolução 356/10 do Contran. Outra questão destacada no documento é a possibilidade de plotagem da moto nas cores verde ou azul, uma alternativa à pintura e que pode reduzir custos.

As medidas levaram em conta o cenário de retração econômica do município e atendem uma demanda antiga destes trabalhadores e trabalhadoras.

“Proporcionar, principalmente neste momento de crise, algumas alterações na legislação é muito significativo para eles. Por isso, agradecemos a sensibilidade do Executivo. Só a ampliação da vida útil das motos, por exemplo, irá beneficiar de pronto cerca de 200 profissionais”, destacou um dos proponentes da iniciativa no Legislativo Municipal, o vereador Edson Lopes.

Rogério Gomes, também vereador, também corrobora com essa construção coletiva.  “É uma ação que irá impactar positivamente no orçamento e na renda destes trabalhadores e trabalhadoras, especialmente, neste período de adversidades e desafios. Sempre, é claro, primando pela segurança e pela qualidade do serviço”, disse.

O secretário de Mobilidade, Acessibilidade e Segurança, Carlos Alberto Brusch, reiterou as palavras do vereador. “Estamos somando à proposta, mas iremos intensificar a fiscalização. Teremos um cuidado ainda maior neste sentido”, salientou.

O prefeito Alexandre também destacou a importância do pleito na sua fala, após saudar os presentes. É uma pauta que dialoga com a questão da economicidade, que o momento exige, mas sem deixar de lado as questões de segurança. Todas as medidas necessárias para garantir não apenas a segurança, mas a qualidade do serviço serão tomadas”, reforçou.

O decreto entra em vigor a partir de quinta-feira (22). Atuam em Rio Grande aproximadamente 600 mototaxistas.

Assessoria de Comunicação/PMRG

Foto: Marielle Gautério

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.