Obra de construção da praça acessível do Cassino inicia com a concretagem do espaço

A Prefeitura do Rio Grande, por meio da Secretaria do Cassino (SMC), executou, nesta semana, a primeira etapa da obra de criação da praça acessível do Cassino, referente a concretagem da área. Além de servir como área de lazer para a comunidade, a Praça Thiago Carvalho, localizada em frente ao Hotel Atlântico, na Avenida Rio Grande, contará com com brinquedos adaptados, visando oportunizar que crianças com deficiência possam brincar com as demais. A ação também faz parte da proposta da Secretaria de revitalizar toda a Avenida, contando, para isso, com apoio da comunidade rio-grandina.

Como parte de sua política de gestão, a SMC tem trabalhado para encontrar parceiros que apoiem na viabilização de novas obras, eventos e revitalizações de espaços, visando a qualificação do balneário para moradores, comunidade rio-grandina e turistas. Neste contexto, o gestor da pasta, Sandro Oliveira (Boka), destacou o importante papel dos parceiros para a execução do projeto “ É gratificante poder ver sair do papel o nosso projeto. Quero agradecer a todas as pessoas que participaram desse projeto, desse nosso sonho: O arquiteto Glênio Aguiar, responsável pela elaboração do projeto e que também está realizando o acompanhamento da obra; e o empresário cassinense Fernando Signorini, que tá dando todo material e também a mão de obra dessa primeira parte. São pessoas comprometidas com a praia do Cassino. Estamos dando o primeiro passo e, em breve, teremos de novo as crianças brincando, sorrindo, se divertindo. É isso que queremos para o nosso Cassino”, ressaltou.

Conforme o planejamento inicial, a praça terá cerca de 500m² e os brinquedos antigos serão retirados e substituídos por novos. Novas floreiras e bancos também serão instalados, com a substituição total de todas as estruturas. A respeito dos assentos, a comunidade terá a opção de utilizá-los tanto de frente para a praça, quanto de frente para a Avenida.

A ideia começou a tomar forma no mês de junho, a partir da iniciativa de duas mães de crianças com deficiência, Vélvit Severo e Ingrid Gonçalves. Elas procuraram o gestor da Secretaria, Sandro Oliveira (Boka), para diálogo a respeito da acessibilidade em eventos e espaços de lazer, propondo que fossem instalados brinquedos adaptados para que crianças com deficiência pudessem compartilhá-los com as demais.  Conforme comentou Oliveira, também foi por intermédio das duas que se iniciaram as conversas com o arquiteto Glenio Aguiar, que, de forma voluntária, elaborou todo o projeto de revitalização da praça. “Estivemos com essas duas mães que sentiram a necessidade de um local como esse, a falta que esse espaço fazia. E elas conseguiram o apoio do arquiteto que fez todo o projeto, que ficou maravilhoso e inclusivo. Não só na parte dos brinquedos, mas também na questão arquitetônica, na forma como estamos pensando que a nossa Avenida pode ser”, apontou.

A Secretaria iniciou, então, trabalho de organização e procura por parceiros para a execução da obra, visando a criação de um espaço de lazer onde todas as crianças possam se divertir juntas. “A nossa intenção é revitalizar toda praça e também o passeio público. Existem praças que têm brinquedos para pessoas com deficiência. Mas a nossa ideia é ir além, queremos que a praça seja um espaço de inclusão propriamente dita. Ou seja, os brinquedos que estamos projetando são para que as crianças com deficiência possam brincar com as outras, no mesmo equipamento. A gente quer que elas possam interagir, se divertir. E além desse espaço de brincadeiras, de inclusão, queremos revitalizar toda aquela área”, acrescentou.

A Prefeitura ainda está em conversas com membros da comunidade para buscar colaboração para a segunda das demais partes do projeto, ou seja, para a construção e instalação dos brinquedos e para as estruturas e bancos de madeiras pensados para o espaço.  Por outro lado, já existe um acerto com um outro empresário para a doação de todos os materiais a serem utilizados para fabricação dos brinquedos.

A nova Avenida Rio Grande

Os trabalhos para a revitalização da Avenida Rio Grande já foram iniciados, no trecho que se estende da esquina do Hotel Atlântico até a esquina da Igreja Sagrada Família. Segundo Oliveira, esse primeiro espaço em reforma servirá como modelo para recuperação de todo o restante da via. “Estão previstas modificações como novas lixeiras, floreiras, espaços com pergolados, mobiliários novos, que serão rústicos, deixando o ambiente mais bonito do que já é. Nossa Avenida é bonita por natureza, não podemos deixar ela feia. Cada modificação feita será para agregar, para deixá-la ainda mais bonita”, frisou.

Assim como a proposta da praça, toda a revitalização da Avenida seria custeada por meio de parcerias com a iniciativa privada. “Estamos desenvolvendo novas floreiras, lixeiras e estruturas, e estamos fazendo isso com apoio da população, principalmente empresários do Cassino. Essa é uma das partes mais importantes, vamos procurar parceiros para que a gente possa fazer essa grande modificação em toda a Avenida. O Município, infelizmente, não tem recurso para essas obras, mas possuímos o projeto praticamente concluído, de toda Avenida, e já estamos com a execução da primeira parte”, salientou.

Assessoria de Comunicação Social – Prefeitura Municipal do Rio Grande

Foto: SMC

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.