Na Holanda, comitiva gaúcha visita porto focado na produção de energia eólica

Secretário Artur Lemos destacou vocação do Rio Grande do Sul para o uso de energias limpas

A missão internacional do governo gaúcho chegou à Holanda, nesta quarta-feira (1º/6), para uma série de agendas com foco no setor de energias renováveis. O objetivo é verificar as melhores práticas operacionais e ambientais para o desenvolvimento de futuros projetos e parcerias no Rio Grande do Sul.

O primeiro destino da comitiva, que é composta por secretários, diretores e técnicos do governo, foi o porto de Eemshaven, em Groningen, responsável pela produção de cerca de um terço da energia do país. O local tem o maior parque eólico em terra da Holanda, além de parques eólicos no mar e projetos inovadores voltados à geração de hidrogênio verde.

Os integrantes da comitiva participaram de uma visita guiada ao terminal portuário e também de reunião organizada pela Groningen Seaports, responsável pelas operações logísticas e de infraestrutura no porto.

No encontro, o chefe da Casa Civil, Artur Lemos, destacou vocação do Rio Grande do Sul para o uso de energias limpas. Também foram abordadas as potencialidades do Estado para futuros empreendimentos.

“O porto de Eemshaven tem uma similaridade muito grande com o porto do Rio Grande. Aliás, o que vimos aqui é um exemplo para o que estamos planejando no nosso Estado, devido ao grande número de projetos de energia eólica previstos na costa gaúcha”, disse Artur Lemos.

Na sequência, o grupo participou de uma apresentação sobre o parque eólico de Emmelord, na cidade de Noordoostpolder, que também é considerado um dos maiores da Holanda.

Ao longo dos diques, estão instaladas 86 turbinas na água e em terra, que geram cerca de 1,4 bilhão de kWh anualmente, volume capaz de abastecer 400 mil residências.

SECOM RS

Foto: Guilherme Hamm/Palácio Piratini

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.