Ministério Público destina 425 mil reais para o Município: valor será usado para aquisição de UTIs móveis e custeio do serviço de telemedicina

Na quarta-feira (22), a Prefeitura do Rio Grande foi informada de que receberá recurso por parte do Ministério Público (MP), tendo como finalidade o enfrentamento ao coronavírus. São R$ 425 mil destinados ao município, que serão utilizados para a aquisição de duas UTIs móveis (ambulâncias) e também para o custeio do serviço de telemedicina, que está sendo implementado pela Prefeitura em parceria com a Furg. O MP ainda concedeu outros R$ 39 mil em doação para a Santa Casa do Rio Grande, também com o objetivo de contribuir para o combate à pandemia no município.  

Ricardo Amaral, Procurador Jurídico do Município, explica que o Ministério Público, em contato com a Prefeitura, questionou como poderia auxiliar na preparação da infraestrutura para o combate a pandemia. “A Secretaria de Saúde (SMS) informou necessitar de ambulâncias com UTI, assim como de recurso para viabilizar o serviço de telemedicina.  O MP fez um pedido nos autos de uma ação cível, onde existia verba depositada a título de multa, e solicitou que o juiz destinasse a quantia para o município para a aquisição dos equipamentos, além de um valor para a Santa Casa”, frisou.  

Segundo Maicon Lemos, secretário de Saúde, as UTI móveis serão utilizadas para a transferências de pacientes COVID-19 entre a UPA Junção e os hospitais de Rio Grande, ou ainda para a transferência de pacientes graves, que necessitem de UTI, para outros municípios. Cada ambulância terá custo aproximado de R$ 165 mil.

Assim, a partir da contribuição do MP, além de poder contar com dois novos veículos equipados com UTIs para o atendimento da população, a Prefeitura também poderá investir cerca de R$ 95mil na efetivação do serviço de telemedicina, que vem sendo construído junto a Furg. Conforme o secretário Lemos, a alternativa oportuniza orientações a comunidade e atendimento em saúde à distância. “O serviço de telemedicina inclui orientações e informações. Será disponibilizado para a comunidade através de um número gratuito, onde a população poderá tirar todas as suas dúvidas a respeito do COVID-19. É um recurso muito importante para esclarecimentos, considerando a complexidade do atendimento, e para encaminhamento a teleconsulta médica”, afirmou. 

Assessoria de Comunicação PMRG

Foto: Divulgação MPRS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.