Marinha do Brasil divulga balanço final da Operação Verão 2017/2018

O Comando do 5º Distrito Naval (Com5ºDN) encerrou, no dia 19, as ações de Inspeção Naval na Operação Verão 2017/2018. No período de 22 de dezembro de 2017 à 19 de fevereiro de 2018, 6.598 embarcações foram inspecionadas e, desse total, 597 apresentaram irregularidades e receberam notificações que poderão ser revertidas em multas. Outras 100 foram apreendidas por não apresentarem condições para navegar com segurança.

As atividades de inspeção naval do Com5ºDN foram realizadas por três Capitanias, sendo uma destas fluvial, quatro Delegacias e uma Agência, abrangendo dois estados do sul do país: Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

Para garantir um verão mais seguro em nossas águas, os Agentes da Autoridade Marítima brasileira realizaram fiscalização nos seguintes aspectos: habilitação dos condutores, documentação da embarcação, material de salvatagem (coletes e boias), extintores de incêndio, luzes de navegação, capacidade de lotação e o estado da embarcação. Além disso, foram utilizados etilômetros, tendo em vista ser proibido o consumo de bebidas alcoólicas pelos condutores.

A Operação Verão 2017/2018 incluiu, também, ações de presença em entidades náuticas, clubes náuticos, marinas e colônias de pescadores, para realização de palestras educativas e distribuição de panfletos informativos e cartazes com dicas das principais normas de segurança da navegação.

Após esse período, as Inspeções Navais continuam diuturnamente nessas Organizações Militares, que têm como missão principal a Segurança do Tráfego Aquaviário. Por isso, a Marinha do Brasil convida a população a procurar a Capitania dos Portos, Delegacia ou Agência mais próxima por meio dos sites www.mar.mil.br ou www.dpc.mar.mil.br e pelo telefone 185, caso sejam verificadas situações que representem risco para a segurança da navegação, a salvaguarda da vida humana no mar e a prevenção da poluição hídrica.

Assessoria de Comunicação Comando do 5º Distrito Naval

Foto: Flávio Sousa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.