Lançamento do Projeto Conexões

Na manhã desta sexta-feira (23), foi lançado o Projeto Conexões que integra o Programa “Rio Grande Com Vida”

Diversas autoridades do Executivo Municipal estavam presentes, e também o Deputado Estadual José Nunes e o Deputado Federal Henrique Fontana. A apresentação inicial foi de Alisson Juliano, da Coordenadoria de Políticas Públicas sobre Drogas e membro do Comitê Gestor Conexões (CGC). Em sua fala, ela explicou que as ações do Conexões iniciaram em novembro de 2016, através da Coordenadoria de Políticas sobre Drogas, Saúde, Educação e Secretaria de Cidadania. No início deste trabalho foram implementadas estratégias para facilitar o acesso da comunidade aos serviços públicos como Saúde, Educação e Assistência Social. De acordo com Alisson destaca-se no Projeto a organização em seis Zonas: Portuária, Cidade Nova/Lagoa, Oeste, Itália, Litorânea e Rural.

Ressaltou ainda que em 2017, foi lançada uma estratégia para “Políticas Públicas com o serviços na comunidade, para promover uma organização que tenha a sua participação social nestas serviços. O conflito e a questão da comunicação é uma questão comum, o desafio é criar técnicas de referência para contribuir e trabalhar as questões de vulnerabilidade social e fragilidade de vínculos”, declarou Alisson.

Para desenvolver este trabalho foram organizadas algumas estratégias: Fluxo de Rede Atenção à Crianças e Adolescentes, Conexões Georreferenciamento, Conexões Regiões, Conexões Zona Oeste e Conexões Virtuais.

A proposta é promover uma ação entre a Coordenadoria de Políticas Públicas sobre drogas e Secretarias Municipais da Saúde, Educação e Assistência Social.

De acordo com Guilherme Guimarães que faz parte do CGC, “o Projeto trabalha para conseguir mediar os conflitos, o Conexões trabalha o alguém para melhorar um outro alguém. Tornar cada vez melhor a sociedade que nós vivemos”.

Marilice Lopes, Assistente Social, da UBSF – Nasf Litorâneo, em sua fala, relatou o exemplo de uma adolescente de 14 anos, que convive em uma situação de vulnerabilidade e conflito familiar, impactando inclusive, em sua vida escolar. Após passar por três escolas, atualmente, a jovem conta com o apoio da UBSF Nasf Litorâneo e CAPSi – Fluxo Educação Saúde, fornecendo o suporte emocional e estrutura para que a menina possa integrar-se à sociedade.

O Prefeito Alexandre Lindenmeyer, assinou a Constituição do Comitê Gestor Conexões. Para o Prefeito, “a construção foi realizada por quem está na linha de frente e une o trabalho do Conselho Tutelar, contribuindo para que as crianças tenham um acesso aos serviços de forma qualificada, buscando alternativas para o desenvolvimento social. São ações como essa que contribuem para ir na contramão do pessimismo”, ressaltou.

Próximos Passos
  • Uma reunião em 15 de Março de 2018;
  • Em 23 de Março de 2018, o primeiro encontro Referências do Conexões.

Foto e Reportagem: Jornalista Thuanny Cappellari – Equipe Rio Grande TEM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × cinco =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.