FURG participa de reunião emergencial da Azonasul sobre cortes na educação

A reitora Cleuza Dias participou, na manhã desta terça-feira, 14, de uma reunião emergencial proposta pela Associação dos Municípios da Zona Sul (Azonasul) para tratar dos impactos no orçamento de universidades e institutos federais da região, após o anúncio de cortes pelo governo federal. O encontro ocorreu na sede da entidade, em Pelotas.

Na oportunidade, reitores, diretores e secretários municipais de Educação do sul do Estado debateram os reflexos dos bloqueios não só nas instituições, mas também nos municípios. O prefeito de Capão do Leão e presidente da Associação dos Municípios da Zona Sul (Azonasul), Mauro Nolasco (PT), ofereceu espaço para que os gestores expusessem o cenário de cada instituição representada.

A reitora Cleuza Dias ressaltou a importância da FURG para Rio Grande e cidades da região que possuem campus da universidade – como Santa Vitória do Palmar, São Lourenço do Sul e Santo Antônio da Patrulha-, e as que são polos de Educação a Distância. Também relatou as medidas urgentes para contenção de gastos executadas a partir do corte orçamentário.

“Independente do bloqueio, o orçamento era pequeno e já vínhamos adequando para chegar ao fim do ano. Nos últimos dias, com o agravamento da situação financeira, tivemos de demitir cerca de 60 funcionários terceirizados, a maioria mulher, chefe de família. Isto, para Rio Grande, já causa um impacto muito grande, por conta do alto desemprego deixado pela indústria naval”, disse.

Os investimentos na universidade também causam preocupação. “Ainda temos na FURG um número significativo de obras em andamento e a possibilidade de que, pelas circunstâncias, estes projetos sejam suspensos. Não há dúvidas de que é um momento extremamente delicado para as universidades e institutos federais.

Entre as autoridades presentes estavam a prefeita de Pelotas, Paula Mascarenhas; o vice-reitor da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), Luís Isaías Centeno do Amaral e a coordenadora Acadêmica da Universidade Federal do Pampa – campus Jaguarão, Paula Salbech.

Como encaminhamento ficou definido que a Azonasul defenderá uma agenda em Brasília para tratar da defesa das instituições, a partir de dados orçamentários que demonstrem o impacto do corte para a região.

Assessoria de Comunicação Social da FURG

Foto: Karoline Avila

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.