Escola Viva desenvolve projeto “Construindo Histórias e Memórias pelo nosso Rio Grande”

O Centro de Formação Escola Viva está recebendo o apoio da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer (SCEL) para o desenvolvimento do projeto “Construindo Histórias e Memórias pelo nosso Rio Grande”. A iniciativa tem a finalidade de estimular a vivência das Pessoas com Deficiência (PCD) por meio da promoção de práticas multidisciplinares aos alunos da entidade.

Recentemente, em encontro entre os representantes do projeto nas presenças da secretária-adjunta da SCEL, Valesca Athaides, e do superintendente de Esporte e Lazer da SCEL, Deivid Pereira, ficou definido, durante o momento de acolhimento, o desenvolvimento do projeto através de atividades lúdicas de integração e inclusão aos estudantes. De acordo com a diretora da Escola Viva, Sinatra de Barros, “o êxito do projeto depende do comprometimento e da participação de todos os envolvidos que acreditam na oportunidade de realmente fazer a diferença na vida dos estudantes”, destacou Sinatra.

Já o superintendente de Esporte e Lazer do Município, Deivid Pereira, destacou a importância da parceria junto às atividades de integração do projeto. “A execução deste tipo de ação contribui diretamente para a construção de uma sociedade humanizada e inclusiva pautada no exercício da acessibilidade”, ressaltou Pereira.

Fruto da ação dessa parceria, os alunos já estiveram no Estádio Aldo Dapuzzo, onde foram recepcionados pelos jogadores do SC. São Paulo no intuito de conhecer as instalações do clube, bem como compartilhar experiências no esporte e também no lazer.

O Centro de Formação Escola Viva atende às pessoas com deficiência a partir de 18 anos de idade, estudantes da rede regular de ensino do Município e comunidade em geral.

Assessoria de Comunicação Social Prefeitura Municipal do Rio Grande

Foto: Divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.