Ecosul registrou dez pontos com árvores caídas durante temporal

Equipes trabalharam com agilidade para rápida liberação das pistas

A rápida ação das equipes da Ecosul foi fundamental para fluidez de tráfego no Polo Rodoviário Pelotas logo após a passagem do temporal na segunda-feira (11). Os ventos com registro de até 90 km/h geraram inúmeros transtornos na região. Foram dez pontos onde aconteceram bloqueios temporários de pista. Os primeiros registros de acionamento dos usuários ao Centro de Controle Operacional (CCO) da Ecosul ocorreram por volta das 19h30 para informar que no km 523 da BR-116, na alça de acesso do viaduto da Fenadoce (sentido Canguçu), o vento havia derrubado uma árvore. Em pouco tempo as equipes agilizaram a remoção e a pista foi liberada.

No Km 518 da BR-116 a equipe de inspeção de tráfego da Ecosul localizou por volta das 21h20min várias telhas de zinco que haviam voado sobre a via marginal, sentido Sul. Os motoristas foram orientados a seguir até o próximo retorno. Na manhã de ontem(12) foi feita a retirada do material e logo após o trânsito totalmente liberado. Na BR-392, no trecho entre Pelotas e Canguçu, foram seis ocorrências por árvores nas estradas no Km 77, km 81, Km 83, km 84, km 88 e km 89. Todos os eventos ocorridos na região de Pelotas, zona rural (Cascata) tiveram a imediata retirada dos galhos e orientação adequada aos motoristas. No km 422 da BR-116, em Cristal, chegaram informações de mais árvores caídas sobre a pista. As equipes chegaram no local às 20h55min, fazendo a retirada dos galhos que obstruíam parcialmente a pista no sentido Norte e sinalizaram o local. O tráfego foi totalmente liberando às 22h15min.

Satolep Press

Foto: Divulgação Ecosul

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × um =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.