Coordenarias regionais recebem orientações sobre os protocolos na bandeira preta

Em reunião virtual realizada na manhã desta sexta-feira (26/2), os titulares das 18 Coordenadorias Regionais de Saúde (CRS) receberam orientações sobre as ações nos municípios neste momento em que o Rio Grande do Sul passa pela fase mais aguda da pandemia de coronavírus.

Os protocolos previstos na bandeira preta do modelo de Distanciamento Controlado que passam a valer por sete dias a partir deste sábado (27/2) foram apresentados por Bruno Naundorf, representante do Centro de Operações de Emergência (COE).

Ele explicou a medida anunciada nesta quinta-feira (25/2) pelo governador Eduardo Leite, que suspendeu temporariamente o sistema de cogestão regional, adotando as regras mais restritivas da bandeira preta, nível mais grave do sistema gaúcho de enfrentamento à pandemia.

Sobre o pico de internações hospitalares, que chega a mais de 90% na taxa de ocupação de leitos de UTI no Estado, a secretária da Saúde, Arita Bergmann, informou que o Ministério da Saúde está garantindo o pagamento de janeiro, fevereiro e março dos leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) adulto para Covid-19, e também novas habilitações e a prorrogação de custeio dos leitos no valor de R$ 1.600 a diária. Em janeiro deste ano foram abertos 119 leitos de UTI Covid-19 e neste mês estão sendo abertos cerca de mais 120.

A secretária mobilizou os coordenadores para apoiarem os hospitais de suas regiões nas medidas de adequação de espaços como salas de recuperação, por exemplo, para atendimento de pacientes com Covid-19, conforme a convocação do Departamento de Regulação Estadual da Secretaria Estadual da Saúde (SES), que acionou na quinta (25) o último nível da fase 4 do Plano de Contingência.

Os coordenadores também receberam informações sobre a distribuição das vacinas do quinto lote recebido nesta semana, sendo, 82,2 mil doses de CoronaVac e 135 mil da AstraZeneca. Arita afirmou que até agora foram distribuídas vacinas para 78% dos trabalhadores de saúde e que, nesta remessa, serão contemplados idosos de 81 a 84 anos, conforme a resolução da Comissão Intergestores Bipartite (CIB) nº 028/21, publicada nesta sexta-feira (26/2).

Ascom SES RS

Foto: SECOM RS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 − 5 =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.