Com mapa todo laranja, governo não recebe recursos na 21ª rodada do Distanciamento Controlado

Pela primeira vez, desde que a instância recursiva do Distanciamento Controlado foi criada, há pouco mais de três meses, o governo do Estado não recebeu nenhum pedido de reconsideração ao mapa preliminar até este domingo (27/9).

Também de forma inédita, na sexta-feira (25/9), todas as regiões, nesta 21ª rodada, foram classificadas com bandeira laranja – que representa risco epidemiológico médio.

Veja o mapa preliminar da 21ª rodada: https://distanciamentocontrolado.rs.gov.br

Do total das 21 regiões Covid, apenas Uruguaiana, Bagé e Guaíba ainda não aderiram ao sistema de cogestão do Distanciamento Controlado. As outras 18 já adotam medidas alternativas às bandeiras definidas pelo Estado.

As regiões em laranja podem adotar protocolos de bandeira amarela (risco baixo), basta que enviem planos próprios adaptados à Secretaria de Articulação e Apoio aos Municípios (Saam). Até o momento, apenas Santa Maria, Santa Cruz do Sul e Novo Hamburgo têm aprovados protocolos de vermelho para laranja e também de laranja para amarelo. Para que as demais possam adotar protocolos menos restritivos, devem enviar documentos ao governo.

Os planos regionais aprovados estão disponíveis em https://planejamento.rs.gov.br/cogestao-regional

Sem pedidos de reconsideração, o Gabinete de Crise deve, nesta segunda-feira (28/9), apenas confirmar a classificação preliminar no mapa definitivo, por meio de notícia publicada no site do governo do Estado. A vigência das bandeiras da 21ª rodada começa à 0h de terça-feira (29/9) e se encerra às 23h59 de segunda-feira (5/10).

Veja o histórico de pedidos de reconsideração
Rodada Data Recursos
21ª 27/9 0
20ª 20/9 8
19ª 13/9 8
18ª 6/9 7
17ª 30/8 7
16ª 23/8 10
15ª 16/8 28
14ª 9/8 25
13ª 2/8 34
12ª 26/7 49
11ª 19/7 59
10ª 12/7 63
5/7 37
28/6 67
22/6 30

SECOM RS

Foto: SECOM RS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezessete + 14 =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.