Câmara de Vereadores do Rio Grande teve estrutura danificada com a tempestade

Após o temporal desta segunda (11 /01), a Câmara dos Vereadores do Rio Grande teve diversos problemas em sua estrutura. Houve danos no telhado do terceiro piso do prédio antigo e do anexo. E os maiores estragos na estrutura foram no almoxarifado, monitoramento e estúdio. Conforme apuração, caiu o forro do almoxarifado e adentrou muita água ao local.  Não havia energia elétrica até a manhã desta terça (12/01), e a orientação era quando retomasse o serviço de abastecimento que os trabalhadores da Câmara não ligassem os computadores em seguida, porque houve um equipamento da central que foi danificado com a tempestade. A energia elétrica foi retomada nesta terça.

No terceiro piso, adentrou grande volume de água, afetando inclusive os gabinetes de vereadores. E ainda na manhã desta terça, os trabalhadores tentavam amenizar o problema.

As telhas do terceiro piso na parte dos Gabinetes, foram descoladas, afetando principalmente o Gabinete do Vereador Miguel Degani (Patriota). Rajadas de vento promoveram o descolamento do rufo, o encosto aplicado entre a alvenaria e o telhado e desabou o forro do almoxarifado. A vazão de água foi tão intensa que arrancou calhas e canos.

Conforme a Direção da Câmara dos Vereadores, há um cadastro de prestadoras de serviço. E para o conserto da estrutura do prédio causado pelo temporal foram chamadas quatro empresas para o orçamento, será contratada a que ofertar o menor preço.

Jornalista Thuanny Cappellari/Rio Grande TEM

Fotos: Divulgação/Câmara dos Vereadores do Rio Grande

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 + dezoito =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.