A história de “Vaineymar dos Santos Veloso Batista”

Época de Copa, a mulher vai ter um filho e o que o pai faz? Isso mesmo! Batiza o filho com o nome de Vaineymar. Isso aconteceu no último dia 13 na cidade do Rio de Janeiro. Agora imagina a reação dessa mãe ao descobrir isso?! Você carrega na barriga durante nove meses um ser, no qual você tenta adivinhar o sexo, planeja o nome e quando nasce vem um cara, só porque é pai, e se acha no direito de fazer isso?!

Que sorte que isso foi apenas uma brincadeira de mau gosto desse pai. Ele chegou para batizar o seu filho e falou para a atendente do cartório que queria o nome “Vaineymar dos Santos Veloso Batista”. Ela vendo se tratar de uma brincadeira, resolveu fabricar um papel, idêntico a uma certidão de nascimento, e com isso quase decretou a morte desse pai. Como qualquer ser humano normal, a mãe da criança estava pronta para estrangulá-lo ao ver a tal certidão.

Mas isso faz pensar nesse fanatismo futebolístico e também na “Neymardependência”. Entendo que um evento como Copa do Mundo é de suma importância para a economia e também para entretenimento mundial. O que não entendo é porque quem não gosta de futebol tem essa mania de ficar criticando. Para mim a questão é simples: Se você não gosta de Copa, de futebol e zaz zaz, porque acha que temos coisas mais importantes para nos preocuparmos. Se preocupe com essas coisas. Ficar em redes sociais falando mal não ajuda em nada. Então use seu tempo para pesquisar sobre os possíveis candidatos da próxima eleição e valorize seu voto.

Sobre o Neymar, só quero lembrar que existem mais jogadores em campo.

E reforçando… O nome Vaineymar dos Santos Veloso Batista foi uma pegadinha do Pai e claro, a criança não foi registrada com esse nome.

Rapha Rickes – Equipe Rio Grande TEM

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.